domingo, 30 de janeiro de 2011

Autismo religioso



O que faz com que um crente e cristão acredite que ele vai ser salvo e os outros perdidos, que ele vai ser protegido e abençoado por Deus e os outros não, é a profunda alienação com os homens e seu autismo psicológico refletivo a qual faz com que ele se feche em seu mundo de pensamento e sentimentos exclusivos e indiferentes ao outros.

Toda vez que a mente se concentra em um ponto definido e fixo constantemente, ela naturalmente negligencia outras áreas e faculdades de atuação do seu próprio potencial de ampliação de conhecimento e habilidades humanas. Refletindo e sentindo tudo sobre um mesmo e único ponto de vista que ofusca todo um outro mundo de perspectivas.

O crente não vê o próximo como uma pessoa exatamente normal e igual a ele com sentimentos significativos e historias pessoais valiosas. Mas sim como mais uma alma a ser salva para o seu modo de ver e sentir as coisas. O crente ignora os valores e essência particular do outro. O cristão não escuta o próximo antes só quer conquistá-lo.

Se cada cristão saísse do seu mundo, e ouvisse atentos a historia particular de vida segunda a perspectiva e sofrimento de cada um, se cada cristão sentisse a honestidade da fé diferente do seu próximo, se cada crente parasse para ouvir os pensamentos do outro sem interromper com a sua inserção, ele não acreditaria nas coisas que acredita.

Mas não! O cristão é um autista no mundo! Não vê a vida do próximo, não enxerga as mil possibilidades humanas, os milhões de fatores determinantes, e as inúmeras experiências inevitáveis de vida. Só assim direcionados a ver segundo uma única ótica, se pode acreditar que pessoas tão humanas e comuns como nós em tudo, irão se Perder!

Esdras Gregório

Escrito em 30/01/11

17 comentários:

Levi Bronzeado disse...

GRESDER


No meu tempo de assembleiano (e creio que hoje, muita coisa não mudou) eu entrava num culto como quem entrava numa competição entre Deus e o Diabo. Quando chegava a “hora do apelo”, me via como se estivesse vestindo a camisa de meu time: torcendo por números.
Para mim e para muitos essa hora era a mais solene do culto, quando o pastor dizia: Todos fiquem orando em espírito, porque chegou a hora da rendição das almas!

Culto bom era aquele em que o Diabo perdia de goleada: 6 ou 8 X 0. Saía decepcionado quando um grande culto terminava com apenas uma alma salva. Esse placar apertado me deixava furioso. Nesses cultos, quanto mais restrito se desenhava o placar, mais corinhos eu cantava juntos com os irmãos, em tom solene e baixinho, para sensibilizar os pecadores visitantes. Enquanto cantava, ficava olhando para a porta de entrada do templo numa expectativa ansiosa de ver uma pessoa levantar a sua mão.

Torcia desesperadamente, e no final, ficava meio triste quando em um culto muito propalado pela cidade, terminava com placar minguado. Nas noites em que isso ocorria, eu saia acabrunhado da igreja.


Você que ainda freqüenta os templos, deve saber muito bem, que hoje, na pós modernidade, existe até gente treinada para fazer valer a máxima do “apelo” como parte mais importante do culto. Já existem cursos e recursos para levar a emoção aos píncaros, a fim de trazer as almas chorosas aos pés da cruz.

Tenho pra mim que o conceito desalvação continua muito, mas muito deturpado.

Bem, eu era uma autista, no sentido de que tinha minhas manias proselitistas e não sabia suas origens. Mas o perdão é para quem não sabe o que faz. (rsrs)

Ah!, lembrei-me de que agora estão dando um nome bem sugestivo e condizente para a guerra das forças do bem contra as forças do mal: “CRUZADAS (rsrs)

Diego Ruas disse...

Mano Gresder, curti demais o blog!

Passei horas aqui lendo os textos (até que me veio a dor de cabeça e tive de parar! rsrsrs)

Mas então, gostei tanto do blog q adicionei nos links lá do meu: o "Subir Quadrado"... não sei se você já ouviu falar, mas enfim, se quiser adicionar o meu link aqui vou ficar feliz também!

Bom espero comentar mais aqui, só que da próxima vez sobre o texto em questão mesmo! Hahah

Já fui digamos esse "autista", mas hoje meus domingos estão livres graças a Deus (brincadeirinha)... acho que sou um cristão-não-cristão sei lá!

Abraços mano!

RODRIGO PHANARDZIS ANCORA DA LUZ disse...

Olá!

Sei muito bem que o feto de eu ser de certo modo cristão, frequentar igreja, envolver-me em atividades e até pregar em cultos ou reuniões não garante minha salvação. Minha esperança está na misericórdia divina, não em meus méritos ou obras. Deste modo, não posso ter a presunção de pensar que serei salvo (ou de que já estou salvo) enquanto outros não, apenas por estes não se dizerem cristãos, não frequentarem igreja ou se comportarem diferentes de mim.

Quando esteve com o centurião romano e com a mulher siro-fenícia, Jesus reconheceu a fé dessas pessoas que, diferentemente dele e de seus discípulos, não eram seguidoras do judaísmo. Contudo elas alcançaram graça.

Por estes dias, tenho estudado Gênesis e li que Deus resolveu poupar a vida de Noé e de sua família quando castigou o mundo com o dilúvio. Sem entrar no mérito de que o dilúvio é fato histórico ou mito (isto é detalhe sem importância), pondero que o patriarca alcançou graça aos olhos de Deus, conforme nos diz a narrativa, o que independe de ele ter andado com justiça no meio daquela geração perversa.

Por que Noé, sua esposa, filhos e noras foram escolhidos e tantos outros morreram?

Respondo que sou um mero mortal para explicar as decisões de Deus e que, segundo narra a Torá, Noé achou graça. Foi obediente e escapou do julgamento. Nada mais.

Igualmente em Sodoma, Deus não poupou a cidade, mas decidiu salvar Ló e sua família. E, ao que parece, foi por amor a Abraão, seu amigo.

Por isso, Deus age como Ele quer e tem seus critérios que eu não posso compreender. Mas, quanto a mim, contento-me em anunciar o Evangelho da graça e pregar salvação em Jesus para todo aquele que crer, buscando não me preocupar se esta ou aquela pessoa irá ser membro de minha igreja ou se, depois de me ouvir, ela seguirá o seu caminho como foi no episódio entre Felipe e o eunuco no Livro de Atos. Simplesmente vou seguindo e desejando compartilhar as razões de minha fé.

Infelizmente há muitos cristãos "autistas" nas mais diversas igrejas e que se acham os guardiões da doutrina verdadeira, mas sei que Jesus não era assim e acho que seus discípulos também aprenderam com o Mestre.

newton disse...

nunca vi grupo de pessoas que dizem seguir um mestre, fazer exatamente o contrário do que ele ensinou.

cristianismo é a religião mais incoerente do planeta.

Gresder Sil disse...

Levi mil desculpa por não estar participando da blogfera, estou com pouco tempo e gastando ele todo no facebook onde estou bombando com pelo menos dez mulheres comentando minhas frases rsrs.

Resumindo o que você falou e acrescentando: o crente vê o próximo como um numero, um objeto, um alvo de seu zelo, e nunca como uma pessoa que tem uma opinião, um história de vida, o crente pisa e ignora a historia e os valores de vida do próximo.

Gresder Sil disse...

Diego, valeu cara, olha estou meio atarefado mas vou passar no seu blog para ler algumas coisas, só de você ler aqui já esta muito bom.
Você tem faccebok ou Orkut veio?
Estou mais presente por lá agora no pouco tempo que tenho! e seus domingos estão então como os meus livres para poder escolher um cinema, um barzinho ou mesmo a igreja para passear rsrsrs e você deve ser então um cristão a-religioso rsrs

Gresder Sil disse...

Rodrigo na verdade você é um altista, pois mesmo que não ínsita em salvar alguém ainda ignora a verdade e experiência do outro se fechando em seu mundo sem refletir que o outro já fez todo o seu caminho. Você não para pra pensar o pensamento de quem esta fora, só pensa a vida a partir do ponto de vista cristão, não imagina e não valoriza a reflexão de quem já experimentou e vomitou o que você esta comendo agora. Você esta atrasado, mas como todo autista só vê o teu mundo, e não vê as pessoas como pessoa iguais a você, mas como objetos de conquista.

Gresder Sil disse...

Newton, estou contigo, concordo plenamente, fique a vontade aqui, mesmo se eu não tiver tempo para retribuir sua visita.

Atena disse...

Gresder:
Que texto "mais" bom. rsrs
Olha que sou da área do comportamento e nunca tinha pensado sob esta ótica: do autismo. Mas está muito bem colocado.
Esta semana, estava na parada do ônibus com várias outras pessoas. De repente passou um rapaz, bem vestido, usando camisa num calor infernal, olhou para nós e disse: Jesus ama vocês. E seguiu andando. Todos ficaram com aquela cara de: o que aconteceu aqui?
Típico comportamento fora da realidade, o que condiz com autismo. rsrs
abraços

Eduardo Medeiros disse...

se o cristianismo derrubasse o dogma de que "fora de jesus não há salvação"(protestantes) e que além de jesus "fora da igreja não há salvação"(catolicismo), até que seria uma boa filosofia espiritual.

Eduardo Medeiros disse...

gresder, as mulheres do facebook vão te desviar dos bons caminhos da blogosfera como fez outrora com salomão...

Gresder Sil disse...

Atena que boa a sua visita, vejo que entendeu perfeitamente, autismo é isso mesmo, alem de a pessoa se fechar em seu mundo sem ver as outras realidades, ela vive mais de ilusão do que de verdade.

Gresder Sil disse...

Edu estou com o coração partido de não ter pique em comentar e escrever para a blogofera . Mas minha paixão pelo facebook e passageira, logo logo ela se estabiliza e eu vou dando um jeito de dividir as tarefas, mas agora tenham paciência ai e suporte meu adultério ate que eu recobre o juízo e volte ao normal. Segura seu texto sobre a prostituição que me interessa comentar ele.

edinho disse...

Ótimas colocações meu mano, vejo que não estou sozinho neste “barco”. É impressionante ver como nós evangélicos vemos as coisas somente em nossa perspectiva, pô mano, consegui discordar de você em alguma coisa, em sua resposta ao amigo e irmão Levi, você colocou que os crentes olham o outro como “alvo de seu zelo”, me perdoe mano mas acho que a coisa é bem pior, sou mais pessimista, não tem nada de zelo nisso, infelizmente o outro é visto tão somente como um numero mesmo, como você falou, infelizmente hoje sinônimo de “igreja” e “ministério” abençoado é aquele que tem muita gente, de preferência de mil membros pra lá e não aquela que tem 20 ou trinta que possamos acompanhar, tratar e cuidar das sua feridas, dar vestes novas e fazê-la andar novamente sarado e com o objetivo de alcançar outros, não para conversão em Cristo Jesus somente, mas de vida abundante, de transformação de caráter e de valores deturpados, e principalmente salvação de si mesmo, pois quem disse que nosso maior inimigo é o diabo ou o outro? Nosso maior inimigo somos nós mesmos, “negue a si mesmo” disse o Homem. A partir do momento em que colocarmos em práticas o negue-se a si de Cristo no mundo teremos um mundo melhor.
Brother espero não ter pegado pesado em meu primeiro comentário em seu blog, estarei mais vezes aqui teclando com vocês.
Deus os abençoe, também já fui um autista religioso, pronto confessei. Rsrsrsr

Gresder Sil disse...

Edinho aqui só tem gente da pesada com argumentos da pesada, então fica em paz rsrs, você é que vai se sentir leve e fraquinho por aqui rsrs. somos hereges da pesada, daqueles que se queimavam na fogueira mesmo, falo serio, eu mesmo sou Ariano e Pelagiano roxo rsrs

BRIGIDA SULLAM disse...

ola, sou crista da assembleia de deus , e tenho um filho autista. Bem , nao considero o seu titulo como apropriado, o autista nao vive no seu mundo , procure primeiro estudar sobre o q è autismo, para expor suas ideias... principalmente qd vc cita " O cristão é um autista no mundo ", isso me indignou profundamente, pq quem dera se os cristaos fossem autistas, tivessem o amor q teem os autistas, ou fossem de coraçao tao bom como os autistas... espero uma retrataçao do seu texto, apesar de vivermos num pais livre, estude antes de divulgar coisas q nao correspondem.

Esdras Gregório disse...

você se indignou por que você é sensível , sua condição te deixa sensível, mas eu nao tratei o autista pejorativamente, então não estou ofendendo seu filho, não confunda as coisa, apenas fiz uma comparação, logico que nao é totalmente precisa, mas nem uma comparação e figura de linguagem é totalmente precisa.

Postar um comentário

.
“todo ponto de vista é à vista de
um ponto, nos sempre vemos de um
ponto, somente Deus tem todos os
pontos de vista e tem a vista de
todos os pontos.”
.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...